Obscena


 

Em mim já não há inocência.

Apenas indecência.

Gosto de tirar a roupa.

E pra ‘você’ ser obscena.

Eu sei que sou muito ousada,

e por isso você me condena.

“Mas”

Se você tiver um tempo

Eu trilho o caminho

Você pega as taças

Eu sirvo teu vinho

E se você quiser fazer amor,

eu te faço ninho.

E se quiser apenas sexo,

sem adesão.

Ainda te espero.

Nua,ousada e obscena.

 

358e9cd665244532c99a84fe3159cb3flogodeby1

Anúncios

6 pensamentos sobre “Obscena

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s