11 comentários em “Feitiço”

  1. Sonho, ou o despertar do corpo

    Desperto do sonho contigo em mim
    Quente, apenas quente, lívido viva
    Sono atribulado em que me possuis
    Apenas eu…
    Um leito vazio…
    Um sonho, desejo…
    Um corpo que me queima por dentro…

    Das mãos que faço tuas, desposo-me
    Das vestes, dos pudores, quero-te
    Querendo-me…

    No desejo,
    Mãos que me incitam na busca de mim
    Que me tocam o corpo em chamas
    Os seios redondos, os mamilos erectos
    Quero-te… mesmo que não estejas
    Que não existas… quero-te
    Faço tuas as minhas mãos
    Os meus dedos, que me vasculham
    Que me procuram desejos
    Que me excitam, que me possuem…
    Escancarada aos ecos dos gemidos
    Que se emanam do tecto…
    Toda eu me toco, movimento…
    O sonho de seres, concretiza-se
    Nos dedos que me possuem,
    No desejo e movimento que imprimo…

    No eco das paredes gemo
    Como um último anúncio
    Ao orgasmo que me atravessa a carne…

    Fico
    Entre o sonho
    A solidão
    A satisfação do corpo
    Mas quero-te, neste leito húmido…
    Antes que purifique o corpo
    Do sódio dos poros e do intenso
    Doce e amado cheiro a sexo
    Um pequeno recado distante…

    “Bom dia, dormiste bem? Fizeste-me falta!”

    Tiago Paixão

    Curtido por 4 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s